Arquivo : News

© European Union, 2014

Em 2013, o Brasil foi o segundo maior investidor na União Europeia

O Brasil foi o segundo maior investidor na União Europeia em 2013, atrás apenas dos Estados Unidos. Segundo dados divulgados pelo escritório de estatísticas da União Europeia, o investimento estrangeiro direto (IED) dos 28 países da União Europeia (EU28) para o resto do mundo chegou a € 341 bilhões em 2013, enquanto o investimento do

Continue lendo →
Gianni Pittella (à esquerda) cumprimenta Martin Schulz

Gianni Pittella, membro parlamentar da EUBrasil, será Presidente em exercício do Parlamento Europeu de 18 de junho a 1 de julho de 2014

Martin Schulz foi eleito no dia 18 de junho presidente do Grupo dos Socialistas e Democratas e renunciou ao cargo de Presidente do Parlamento Europeu.   Nos termos do Regimento do Parlamento Europeu (artigo 18.º), Gianni Pittella, primeiro Vice‑Presidente, assume as funções de Presidente em exercício do Parlamento Europeu até à eleição do novo Presidente.

Continue lendo →
Photo: Serge Marteaux

Brasil é modelo para Europa na proteção dos usuários da internet, diz vice-presidente da Comissão Europeia

 Viviane Reding, vice presidente da Comissão Europeia, afirmou em evento da EUBrasil que a UE deve seguir o Brasil na proteção dos direitos dos usuários da internet. Adrianus Koetsenruijter, chefe da divisão Mercosul do Serviço Europeu para a Ação Externa (EEAS), defendeu “a troca de alianças” entre o Mercosul e o bloco europeu num futuro

Continue lendo →

Investimento direto dos BRICs na Europa bate recorde

O Investimento Estrangeiro Direto (IED) na Europa proveniente dos BRICs (Brasil, Rússia, Índia e China) chegou a um valor recorde em 2013. A China é o líder entre os BRICs no número de investimentos, com 153 projetos de IED e 7.135 empregos criados. Em seguida, aparecem Índia (103 projetos), Rússia (44 projetos) e Brasil (13

Continue lendo →

Novo Parlamento Europeu pode ser o mais fraco dos últimos anos

Andrés Malamud, Universidade de Lisboa Um parlamento formado por 20 membros? Assim é o da Comunidade Andina. Cada um dos quatro Estados-Membros envia cinco deputados ao parlamento em Bogotá,    Colômbia. Além da desproporção demográfica, o corpo carece de quaisquer competências significativas – sejam legislativas, econômicas ou políticas. Compare com o Parlamento Europeu: ele é

Continue lendo →

Acordo Mercosul-União Europeia: ainda não será dessa vez

  Pedro da Motta Veiga (CINDES) Sandra Polónia Rios (CINDES)   No Brasil de Dilma Rousseff, a política comercial foi pautada quase que exclusivamente por preocupações defensivas e a dimensão negociada de política se manteve em “modo hibernação” nos últimos anos. Neste cenário, a continuidade das negociações entre o Mercosul e a União Europeia não

Continue lendo →
Credit © European Union, 2014

Eleições no Parlamento Europeu: Déficit democrático e overdose demagógica

A fumaça branca na chaminé do Parlamento Europeu mostrou o dinamismo das forças anti-UE e antielite. O processo eleitoral confirmou as previsões de uma alta abstenção em quase todos os países. Os 57% de eurocidadãos que não foram às urnas constituem, de certa maneira, o “partido da falta de ideias”.   A análise de Franco

Continue lendo →

As eleições de 2014 podem resultar no Parlamento Europeu mais fraco dos últimos anos

Andrés Malamud, Universidade de Lisboa Um parlamento formado por 20 membros? Assim é o da Comunidade Andina. Cada um dos quatro Estados-Membros envia cinco deputados ao parlamento em Bogotá, Colômbia. Além da desproporção demográfica, o corpo carece de quaisquer competências significativas – sejam legislativas, econômicas ou políticas. Compare com o Parlamento Europeu: ele é formado

Continue lendo →

Acordo Mercosul-União Europeia: ainda não será dessa vez

Pedro da Motta Veiga (CINDES) Sandra Polónia Rios (CINDES) No Brasil de Dilma Rousseff, a política comercial foi pautada quase que exclusivamente por preocupações defensivas e a dimensão negociada de política se manteve em “modo hibernação” nos últimos anos. Neste cenário, a continuidade das negociações entre o Mercosul e a União Europeia não deixa de

Continue lendo →
Ana Volpe/Senado

Acordo Mercosul-UE precisa ser finalizado até início de 2015, diz Fiesp

O acordo de livre comércio entre e o Mercosul e a União Europeia (UE) é uma prioridade imediata da política externa brasi­leira e deve ser finalizado até o início de 2015, defende a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) no documento de posição “Propostas de Integração Externa da Indústria”, divulgado em junho.

Continue lendo →

Categorias

Partners





Twitter

Parceria estratégica Brasil e União Europeia



A União Europeia em numéros



Em termos de práticas comerciais, o Brasil opera numa cultura empresarial



Notícias