DILMA QUER ATRAIR INVESTIMENTO ALEMÃO PARA O BRASIL

O Plano de Investimento brasileiro para Infraestrutura será um dos principais temas do encontro entre a presidente Dilma Rousseff e a chanceler alemã Angela Merkel, que aterrissará em Brasília na noite de quarta-feira, acompanhada de uma grande comitiva: até agora seis ministros (Cooperação, Meio Ambiente, Agricultura, Relações Exteriores, Saúde e Cultura e Mídia) e seis vice-ministros estão confirmados.

dilmamerckel

Foto: Divulgação

O governo brasileiro está com a agenda de licitações pronta para o segundo semestre e com certeza, o tema é considerado como uma prioridade das discussões. As cooperações bilaterais, como por exemplo para ciência e tecnologia e educação, também estão no topo da lista, informou uma fonte próxima ao Planalto à EUBrasil.

A chanceler permanecerá apenas em Brasília e retornará à Alemanha na quinta-feira à tarde. Na agenda de Angela Merkel, divulgada pelo gabinete da chanceler, as duas chefes de Estado se reunirão na quinta-feira pela manhã e na sequência participarão de uma plenária de avaliação com todos os participantes dos diálogos governamentais. Depois haverá uma coletiva de imprensa. O almoço com a presidente Dilma Rousseff ainda não está confirmado.

Na quinta de manhã, ocorrerão diversas reuniões bilaterais entre os ministros alemães e representantes do governo brasileiro. Até o momento, o Ministério de Relações Exteriores confirma a reunião do Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Aldo Rebelo, com o Secretário de Estado da Educação e Pesquisa da Alemanha, Georg Schütte, e a do Ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini, com a Ministra de Estado para Cultura e Mídia da Alemanha, Monika Grütters.

A Alemanha é atualmente o quarto maior parceiro comercial do Brasil, atrás de China, Estados Unidos e Argentina. De acordo com o Ministério das Relações Exteriores, o fluxo comercial entre os países – soma entre exportações e importações – chegou a US$ 20,5 bilhões em 2014.