Governo Dilma pode avançar negociações com UE a partir de janeiro

Friends of EUBrasilEm evento realizado pela EUBrasil, em Bruxelas, nesta terça-feira, dia 9 de dezembro, a embaixadora Vera Machado, chefe da Missão do Brasil junto à União Europeia, disse acreditar que a nova equipe econômica da presidente reeleita, Dilma Rousseff, comece a falar de maneira sólida a respeito de um acordo de livre comércio com União Europeia, já a partir de janeiro.

“O Brasil será presidente do Mercosul e muito possivelmente nós teremos um avanço nessa área para que não fique apenas uma lembrança na memória das pessoas, mas que se torne realidade”, afirmou a embaixadora Vera Machado no discurso de abertura do evento.

A embaixadora foi a anfitriã do 2nd Friends of EUBrasil, evento regular de networking da associação. Nesta edição, o objetivo foi apresentar o estudo “Enhancing economic and financial ties between Brazil and the European Union”, conduzido pela EUBrasil com 27 importantes e estratégicas empresas brasileiras e europeias. O trabalho concluiu, entre outras questões, que as barreiras regulatórias são hoje o principal entrave no desenvolvimento das relações comerciais entre as duas regiões.

Para o presidente da EUBrasil Luigi Gambardella o estudo vai servir como um forte apoio para brasileiros e europeus nas discussões relativas a um futuro acordo. “O desafio das barreiras técnicas mostra que Brasil e UE devem trabalhar juntos em acordos de cooperação para tentar solucionar problemas que vão além das tarifas”, afirmou.

“Existe uma janela de oportunidades aberta para o governo brasileiro, apesar do avanço das negociações entre Europa e Estados Unidos, e mais recentemente a China”, explicou o professor Alfredo Valladão, presidente do Conselho Consultivo da EUBrasil.

“Temos que agir rápido porque essa janela vai fechar, a modernização dos processos produtivos está indo tão rapidamente com as novas tecnologias que, se nós não entrarmos nisso, vamos perder tempo e vai ser muito difícil porque vamos ficar definitivamente para trás e sem capacidade de alcançar de novo”, disse Valladão.

Evento

O 2nd Friends of EUBrasil contou com a presença de mais de 100 convidados entre acadêmicos, empresários, altos funcionários de instituições privadas e públicas do Brasil e da Europa e membros do Parlamento Europeu, como Paulo Rangel, presidente da Delegação para as Relações com o Brasil e palestrante da noite, além de Viviane Reding, Fernando Ruas, Viorica Dancila e Matthijs van Miltenburg.

“Se nós acreditamos realmente na economia de mercado, numa política social intensa, no Estado de Direito e nos Direitos Humanos não temos que ter medo de abrir nossas fronteiras e reduzir nossas barreiras, porque as coisas em princípio irão funcionar de acordo com regras que estão estabelecidas e de acordo com o respeito por essas regras, por uma concorrência e um comércio justo”, afirmou o eurodeputado Paulo Rangel.

“Estamos aqui para fazer networking e isso quer dizer compartilhar interesses em comum com o objetivo de amanhã sermos capazes de realizar coisas juntos”, enfatizou a eurodeputada Viviane Reding.