Dilma Rousseff e Aécio Neves discordam sobre os principais problemas da economia do Brasil.

bandeira-do-brasil
Para a presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição, o principal problema é a fragilidade econômica dos países ricos, que minou o crescimento do Brasil, levando-o à recessão. Ela declarou que o governo não precisa promover um ajuste fiscal “profundo” e acredita que o país está pronto para uma nova fase de desenvolvimento.

Em contraste, Aécio Neves vê o país condenado a um crescimento medíocre, inflação alta e à beira de uma crise fiscal, se nada for feito imediatamente. Ele sugere um ajuste gradual das contas públicas, nos próximos dois a três anos, para recuperar a capacidade do Estado de produzir superávit primário de 3% do PIB.

Mais informações neste link