Em 2013, o Brasil foi o segundo maior investidor na União Europeia

© European Union, 2014

© European Union, 2014

O Brasil foi o segundo maior investidor na União Europeia em 2013, atrás apenas dos Estados Unidos. Segundo dados divulgados pelo escritório de estatísticas da União Europeia, o investimento estrangeiro direto (IED) dos 28 países da União Europeia (EU28) para o resto do mundo chegou a € 341 bilhões em 2013, enquanto o investimento do resto do mundo para o EU28 foi de € 327 bilhões.

 

Em relação a zona do euro (EA18), o investimento para o resto do mundo cresceu para € 324 bilhões, enquanto o investimento do resto do mundo na área do euro foi de € 299 bilhões.

O principal investidor na União Europeia foi, de longe, os EUA (€ 313 bilhões), seguido por Brasil (€ 21 bilhões), Suíça (€ 18 bilhões), Japão (€ 10 bilhões), Hong Kong e Rússia (ambos com € 8 bilhões). Desinvestimento foi registrado com os centros financeiros Offshore (-41 bilhões de euros).

Em 2013, o principal destino dos investimentos da União Europeia também foi os Estados Unidos (€ 159 bilhões), seguido pelos centros financeiros Offshore (€ 40 mil bilhões), Brasil (€ 36 bilhões), Suíça (€ 24 bilhões), Hong Kong (€ 10 bilhões) e China (€ 8 bilhões). Rússia (- € 11 bilhões) e Canadá (-€ 2 bilhões) tiveram menos investimento (desinvestimento).

Estes números, publicados pelo Eurostat, o serviço de estatística da União Europeia, referem-se aos primeiros resultados de IED para 2013.

Fonte: Eurostat