Investimento direto dos BRICs na Europa bate recorde

human63

O Investimento Estrangeiro Direto (IED) na Europa proveniente dos BRICs (Brasil, Rússia, Índia e China) chegou a um valor recorde em 2013. A China é o líder entre os BRICs no número de investimentos, com 153 projetos de IED e 7.135 empregos criados. Em seguida, aparecem Índia (103 projetos), Rússia (44 projetos) e Brasil (13 projetos).

Os dados são do relatório publicado recentemente pela consultoria Ernst & Young, mostrando ainda que no ano passado a Europa atraiu 313 projetos de empresas baseadas no grupo dos quatro países emergentes, um crescimento de 28% em relação a 2012 (245). Os empregos criados por empresas dos BRICS na Europa chegaram a 16.900, um aumento de 37%.

O desenvolvimento rápido das economias emergentes teve como consequência um aumento também do número de multinacionais nesses países, explica o estudo. Como resultado, as agências de promoção de investimentos de vários países europeus ampliaram os esforços para atrair as multinacionais dos emergentes.

O crescimento no volume de IEDs originários dos BRICs não ampliou, no entanto, o número de países na Europa que recebem esses investimentos de emergentes. Alemanha e Reino Unido seguem captando grande parte do total e chegaram, em 2013, a concentrar 62% de todos os projetos

Leia o estudo completo:

http://www.ey.com/Publication/vwLUAssets/EY-2014-European-attractiveness-survey/$FILE/EY-2014-European-attractiveness-survey.pdf