Austeridade domina debate para a presidência da Comissão Europeia

© European Union 2014

© European Union 2014

O debate para a presidência da Comissão Europeia, realizado na noite de 15 de maio e transmitido pela Eurovision, teve como tema central a austeridade, segundo informações da agência de notícias Euronews. Os cinco candidatos expuseram as possíveis soluções para que a Europa se recupere da crise econômica, iniciada em 2008, e também abordaram as negociações para um acordo de livre comércio com os Estados Unidos.

Outro ponto de destaque do debate foi a presença do candidato da esquerda radical, o grego Alexis Tsipras. Enquanto os demais concorrentes fazem parte da “máquina” de Bruxelas (três são membros do Parlamento Europeu e outro foi presidente do Eurogrupo), Tsipras vem de fora. De acordo com o jornal European Voice, a expectativa era de que ele injetasse uma dose de realidade ao debate, mas acabou decepcionando ao mencionar pouco sobre política europeia e focar apenas nos temas da Grécia e de austeridade.

Além de Tsipras, participaram Jean-Claude Juncker (democrata-cristão), Martin Schulz (social-democrata), Guy Verhofstadt (liberal) e Ska Keller (partido europeu verde). O debate televisivo foi realizado em meio as eleições para o Parlamento Europeu, que ocorrem no dia 22 de maio. Embora os eleitores não elejam diretamente um dos cinco candidatos, o resultado da votação parlamentar deve ser tomado em conta para a nomeação da nova Comissão. Os dirigentes nacionais (chefes de Estado e de Governo dos países da UE) é que nomeiam o novo presidente da CE, com a aprovação do Parlamento Europeu.