Argentina fecha lista com corte de tarifas em 90% dos produtos, afirma ministro brasileiro

O Valor Econômico noticia que a Argentina fechou uma lista de corte nas tarifas comerciais de 90% dos produtos que compõem o intercâmbio entre o Mercosul e a União Europeia (UE), abrindo caminho para desbloquear as negociações para um tratado de livre comércio entre os dois blocos. A movimentação argentina acontece depois de reunião técnica entre os membros do Mercosul para uma harmonização da proposta a ser apresentada à UE, realizada no começo do mês depois de uma ameaça da exclusão do país caso sua proposta de ofertas comerciais não fosse melhorada.

O ministro brasileiro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Mauro Borges Lemos, elogiou o país vizinho, dizendo que a Argentina tinha feito um “esforço significativo” mesmo com sua oferta um pouco abaixo da brasileira, que prevê possibilidade de redução de tarifa para 92% dos produtos. O ministro explicou que agora os países passam para a fase mais difícil do acordo, que é convergir as ofertas em uma lista única que seja atraente para os europeus. Borges também afirmou que o Brasil espera que os blocos troquem propostas até o começo de junho, para que o acordo final seja firmado o mais rápido possível.

Fonte: Valor Econômico