Cúpula Brasil-União Europeia pode dar novo impulso às negociações comerciais, diz associação EUBrasil

O presidente da EUBrasil, Luigi Gambardella, comemorou a notícia de que a presidente Dilma Rousseff confirmou participação na Cúpula Brasil-UE, marcada para o dia 24 de fevereiro, em Bruxelas.

Gambardella considera que o encontro de alto nível entre brasileiros e europeus é um passo importante para dar impulso às negociações para o Acordo de Associação do Mercosul com a União Europeia (UE), o que representará um aumento do fluxo de comércio e investimentos entre os dois atores econômicos.

“O Brasil é a maior economia da América Latina e um parceiro comercial importante para a União Europeia”, disse Gambardella. “A reunião de Cúpula é uma forma de aprofundar ainda mais a parceria estratégica Brasil-UE e pode criar condições para que sejam relançadas as negociações, com abertura de novas oportunidades de negócios e crescimento para os dois blocos”, acrescentou.

O acordo bilateral criaria um mercado livre de 750 milhões de pessoas e um comércio anual de cerca de US$ 130 bilhões (R$ 315 bilhões).

Na quinta-feira (13/02), a assessoria de imprensa da Comissão Europeia (CE) informou que a Cúpula Brasil-UE estava adiada e que a presidente Rousseff proporia uma nova data o mais breve possível. Nesta sexta-feira, porém, o Brasil confirmou a reunião de Cúpula, segundo a assessoria de imprensa da CE.

A confirmação veio depois de dois dias de reunião dos países membros do Mercosul em Caracas, Venezuela.

Em 2012, o Brasil foi o oitavo mercado mundial para as exportações europeias e ficou em décimo lugar no ranking dos países importadores, segundo dados da CE. É o quinto país no ranking mundial dos investimentos europeus.

……..

Sobre a EUBrasil: a Associação EUBrasil é a maior plataforma europeia de networking de empresas, formadores de opinião, parlamentares, cientistas e acadêmicos europeus e brasileiros. Sediada em Bruxelas, a EUBrasil tem como objetivo principal promover um forte e harmonioso diálogo bilateral entre os principais atores políticos e econômicos do Brasil e da UE.